WW Chicago: mutantes rumo à extinção

0
302

A temporada de convenções continua nos EUA e esse final de semana foi a vez da Wizard World Chicago apresentar as suas novidades.

O primeiro painel da Marvel Comics, realizado na sexta-feira, foi prejudicado pelo cancelamento de vôos que deveriam sair de Nova York. Ainda assim, estavam presentes C.B. Cebulski, autor e editor; Skottie Young, atual desenhista de New X-Men; e o editor-chefe da Marvel, Joe Quesada. Poucas revelações importantes foram feitas em Chicago, depois da avalanche de notícias que acometeu a convenção de San Diego, mas os criadores revelaram mais sobre projetos já anunciados e até novidades que não deveriam ter sido contadas.

Foram apresentadas mais artes da edição especial de X-Men, escrita por Ed Brubaker, que está sendo desenhada por Marc Silvestri. Quesada disse que Silvestri deve continuar colaborando com a Marvel regularmente e que o seu próximo projeto dentro da editora já está definido, mas ele não revelou qual será. Segundo Cebulski, a saga Endangered Species, que atualmente tem suas histórias publicadas junto com outros títulos mutantes, trará de volta vários personagens do passado.

Sobre a mega-saga X-Men: Messiah Complex, que começará em novembro com a edição especial citada acima e terminará em janeiro, foi revelado que David Finch fará todas as capas e que essa série vai lidar com os problemas “dentro da comunidade mutante”. Depois, sim, os mutantes voltarão a interagir com o “mundo normal”. Sobre os inimigos que aparecerão na saga, Quesada disso que serão “da velha guarda”.

Foi dito que os mutantes que atualmente estão sem poderes vão continuar sem poderes. Mas é claro, essa afirmação não vale para Magneto, que pode ou não recuperar seus poderes depois do seu encontro com a Coletividade, ocorrido nas páginas de New Avengers.

Um novo arco de histórias começará na edição #100 de Exiles. Em New Excalibur, o último arco de histórias de Chris Claremont mostrará um encontro entre a equipe de mutantes britânicos e os Exilados viajantes do tempo. Paul Cornell, escritor britânico que recentemente contribuiu em um episódio da série Dr. Who, vai assumir New Excalibur após a saída de Claremont. Cornell deve mudar a formação do grupo, algo que possivelmente ocorrerá durante Messiah Complex. Já a formação de Astonishing X-Men, com a entrada de Warren Ellis e Simone Bianchi como nova equipe criativa no ano que vem, deve continuar a mesma.

A maior revelação do painel veio de Quesada, para a desaprovação de Cebulski. Segundo ele: “Cable é um personagem que logo estará em ascensão”.

Existem hoje no Universo Marvel 198 mutantes conhecidos e registrados. Quesada disse que podem existir mais, mas que a editora está projetando um máximo de 300. Ele disse que existe uma explicação para isso e que essa será dada no devido tempo.

Fonte: HQ Maniacs

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.