Greve em Hollywood pode ser boa para indústria dos quadrinhos

2
341

Ultimate Hulk Vs. Wolverine Damon Lindelof, co-criador e produtor executivo de Lost, fez a alegria dos fãs de quadrinhos ao aceitar o convite da Marvel para escrever a minissérie em seis capítulos Ultimate Hulk vs. Wolverine, em 2005. Saíram duas belas edições em 2006. Das outras quatro planejadas, nem sinal – Lindelof ocupou-se com Lost e teve que deixar a HQ de lado. Isso já vai fazer 2 anos.

Ele é um dos escritores que pode aproveitar a greve promovida pelo Sindicato de Roteiristas de Hollywood para finalizar suas pendências nos quadrinhos. O sindicato não cobre trabalho no mercado de HQs. E as editoras, cientes disso, estão telefonando sem parar para bons roteiristas de Hollywood atrás de pendências e novos projetos.

Brian K. Vaughan, também roteirista de Lost e criador das HQs Y: O Último Homem e Ex Machina, é um dos que vai aproveitar a greve. "Meu telefone começou a tocar com editores da Marvel e da DC assim que a ameaça da greve se materializou, e embora tenha recebido propostas legais de trabalho em algumas séries já existentes, acho que vou tomar esse tempo da greve (que pode ser de um dia à eternidade) para fazer Ex Machina ser o mais bacana possível no seu último ano, e continuar a desenvolver meus próximos projetos autorais", ele escreveu em seu blog.

Vaughan aproveitou para dizer que os quadrinhos precisam de uma associação como o Sindicato de Roteiristas, para garantir seguranças básicas de trabalho que hoje não existem na indústria.

O roteirista Marc Guggenheim – que trabalhou em seriados como CSI Miami, e Brothers & Sisters, e nas HQs Blade, Flash e Amazing Spider-Man – é outro que quer aproveitar as "férias". "Quadrinhos (e videogames) são as únicas coisas em que posso trabalhar durante a greve. Mas provavelmente vou usar esse tempo de sobra para honrar os meus prazos, ao invés de pegar novos projetos", disse em entrevista ao Comic Book Resources.

Roger Avary, em entrevista ao Omelete, disse que também pode pegar alguns trabalhos nos quadrinhos. Resta saber se Lindelof, mencionado acima, também vai cumprir suas pendências nas HQs. E até se o diretor/roteirista Kevin Smith, que começou a minissérie Daredevil/Bullseye: The Target em 2002 e nunca entregou o roteiro para a segunda edição, pode pensar em completar o trabalho.

Fonte: Omelete

2 COMMENTS

  1. Olá Hilton, parece que a greve foi em 1985 ou 1986. Torço por Lindelof terminar o roteiro de Ultimate Hulk vs. Wolverine, a primeira edição é muito boa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.