Editora dos EUA cancela publicação de mangá japonês que era safado demais

1
363

A editora norte-americana Seven Seas cancelou a publicação do mangá Nymphet, de Kaworu Watashiya, série que lançaria em breve. O motivo são as cenas de humor um pouco exageradas para os padrões dos EUA, em torno de uma colegial da terceira série que tenta de tudo para fazer sexo com seu professor.

O cancelamento irritou diversos fãs de mangá, o que levou o presidente da Seven Seas, Jason DeAngelis, a explicar os motivos da decisão.

“Minha razão principal para cancelar Nymphet deve-se à minha descoberta de que os volumes seguintes da série não são apropriados para o mercado dos EUA, de forma alguma. Para quem tem defendido o título e manifestou sua ira quanto ao cancelamento, como um fã, entendo sua frustração. Mas, no momento, posso apenas presumir que você não viu certos trechos da série, assim como eu não havia, que claramente ultrapassam o limite, e que não posso mais, de boa fé, apoiar”, explicou DeAngelis em um fórum de discussão.

Numa das cenas, a espivetada Rin Kokonoe mostra para o professor o trabalho de aula que acabou de fazer: uma cartolina onde escreveu “espero que você ejacule dentro de mim”. Em outra cena, que DeAngelis cita como exemplo do conteúdo inapropriado que levou ao cancelamento, a ninfeta senta de pernas abertas sobre o colo do professor, cruzando-as nas costas dele.

DeAngelis diz que o conteúdo não tinha sido notado antes na sua editora devido a questões do mercardo: “Se você não conhece os bastidores do processo de licenciamento de mangás do Japão, saiba que estamos num ponto de tanta concorrência entre as editoras estadunidenses que a maioria, incluindo a Seven Seas, tende a fazer ofertas por séries enquanto elas ainda estão saindo nas revistas semanais em capítulos, muitas vezes antes de saírem em tankoubon [coletâneas]. (…) Se fôssemos somar o grande número de licenças que adquirimos, e o número total de volumes por série, seriam literalmente centenas de volumes que teríamos de ler e revisar para ficar a par de todo o conteúdo e ter certeza de que ele é apropriado. No caso, Nymphet passou batida na nossa revisão”.

O caso mostra claramente as diferenças na percepção da sexualidade entre EUA e Japão. No seu país, Nymphet (ou Kodomo no Jikan) é um mangá de humor, produzido por uma mulher para o público masculino jovem-adulto. Seu sucesso na revista Comic High!, onde começou a ser publicado em 2005, já levou à criação de um animê, que começa a ser exibido na TV japonesa em julho deste ano.

Fonte: Omelete

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.