Joss Whedon comenta Mulher-Maravilha e os filmes de heróis da DC

0
1127

Mulher-Maravilha_01_capa

Desde que o roteirista e diretor Joss Whedon deixou Wonder Woman – na mesma época em que a Warner Bros. comprou um roteiro distinto, paralelo ao de Whedon – o filme da Mulher-Maravilha não avançou mais. Em entrevista à revista Maxim, Whedon comentou o fracasso da empreitada.

E falou da dificuldade, em geral, que a DC tem para produzir filmes recentes com seus heróis: "O caso é que os heróis da DC são de uma era distinta. São de uma era em que se criavam deuses. E o que fez da Marvel algo tão extraordinário é que eles criavam pessoas – seus personagens não viviam em cidades míticas, mas em Nova York. Os personagens da DC, como Mulher-Maravilha, Superman ou Lanterna Verde, são afastados da humanidade. A exceção é Batman, que é enraizado na dor, tem características de um personagem da Marvel".

O problema com Mulher-Maravilha não foi tão filosófico. "Não faço ideia de qual seja o status do filme hoje, e, honestamente, nunca fiz. Disseram-me que eles [a WB] estavam muito ansiosos para fazê-lo. Escrevi o roteiro. Reescrevi a história. Na época em que escrevi o segundo roteiro, eles me pediram… para parar. Não me mandaram embora, mas me mostraram a porta. Eu estava lidando com eles por meio do [produtor] Joel Silver, que não conseguia me dizer o que eles queriam. Eu estava no escuro. Não consegui descobrir o que eles procuravam. Daí fui tocar minha vida", lembra.

Por Marcelo Hessel do site Omelete

Ofertas Mercado Livre

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.