Jessica Alba volta a brilhar como a Mulher Invisível

0
1040

Jessica Alba fica sem trabalhar? Ela vai parar para respirar em algum momento? Perguntas pertinentes, já que nos próximos meses, Alba será vista em nada menos que meia-dúzia de filmes.

Depois de repetir seu papel de Mulher Invisível em Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado, que acaba de estrear nos cinemas americanos, ela segue em frente com The tem, Bill, Awake, Good luck Chuck e The eye. No Brasil, o novo filme do Quarteto chega no dia 29 de junho.

“E eu ainda não parei para respirar”, diz Alba, “mas eu planejo tirar umas férias quando terminarem as filmagens e a promoção desses longas. Vai ser bom relaxar e não ter de ir trabalhar no dia seguinte”.

Ela ainda não chegou lá. A máquina do marketing Quarteto Fantástico está rodando em alta velocidade, e a charmosa e tranqüila Alba está ao telefone de sua casa em Los Angeles para conversar sobre a seqüência, em cartaz nos EUA desde sexta (15).

Lançado em 2005, o filme original foi o primeiro blockbuster da bela Alba, cuja filmografia, aos 26 anos, vai de Férias em alto-astral (1994), a série de TV Flipper (1995) e Nunca fui beijada (1999) aos seriado de suspense Dark angel (2000), Honey – No ritmo de seus sonhos (2003) e Sin city – A cidade do pecado (2005).

Quarteto Fantástico

Baseado nos quadrinhos de mesmo nome, Quarteto Fantástico acompanha as aventuras de três astronautas, Sue Storm (Alba), Johnny Storm (Chris Evans), Ben Grimm (Michael Chiklis) and Reed Richards (Ioan Gruffudd) – que, depois de serem expostos a radiação cósmica, adquirem super-poderes. Sue vira a Mulher Invisível, enquanto Johnny volta como Tocha Humana, Ben se transforma no Coisa e Reed vira o elástico Sr. Fantástico. O quarteto se une para derrotar seu inimigo, Victor Von Doom (Julian Mc Mahon), que também é submetido à radiação e vira o malvado Dr. Destino.

A nova produção começa cerca de dois anos depois dos acontecimentos do primeiro filme. O casamento de Sue e Reed está a caminho, porém um alienígena letal chamado Surfista Prateado chega e ameaça não só estragar a festa como também destruir o planeta.

“O primeiro Quarteto Fantástico foi realmente um filme sobre as origens”, diz Alba. “Nós mostramos a formação do Quarteto. É muito sobre esse início, e tivemos de mergulhar um pouco nos personagens. Agora, com esse filme, nós já somos super-heróis há dois anos, e todos sabem como chegamos até aqui.”

Ela continua: “Estamos em meio aos preparativos do casamento. Todo mundo já está dentro de seus personagens, então não temos de ficar explicando ao público por que estamos agindo de determinada forma, o que é bom. Portanto, podemos ir direto à história.”

“No primeiro filme, Sue estava furiosa. Ela só queria ser ouvida, mas sempre acabava frustrada, que é o motivo por que ela ficava resmungando. No segundo, ela é uma noiva e está muito mais confortável dessa forma e em seu relacionamento com Reed. Ela não tem de provar mais nada”, diz a atriz. “Ela assume o papel maternal completamente, sendo cuidadosa, amorosa, zelosa. Mas cuidado com ela; imagina como é uma super-heroína planejando um casamento.”

Nova experiência

O longa-metragem é um espetáculo de efeitos especiais, com cenas de Alba e o Surfista Prateado, um homem nu em uma prancha de surf. O ator e contorcionista Doug Jones interpretou o Surfista, e depois os magos da Weta Digital apagaram Jones e o substituíram por imagens geradas por computador. Então, outro ator, Laurence Fishburne, gravou os diálogos do personagem.

“Ele é um ator muito bom”, afirma Alba. “Eu sou grata por poder contar com ele, que trouxe o humano por trás do Surfista Prateado.”

“Meu personagem é uma mulher sozinha, que tenta enxergar além do óbvio”, diz. “Os meninos entram em ação imediatamente e vêem o Surfista como uma ameaça. Já ela espera mais um segundo para entender por que ele está agindo dessa forma. E esse segundo é importante, pois ele tem uma empatia com ela, e ela entende que ele não é pura maldade, dá uma volta nele.”

No fim, Alba considera a experiência de filmar Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado muito mais dura do que a do primeiro filme. “Nós queríamos levantar o nível e fazer ainda melhor que o anterior. Por isso, as expectativas eram maiores, e não queríamos decepcionar ninguém, nem a nós mesmos. O público é tão fiel que queríamos que ele saísse do cinema sentindo que o longa também é deles.”

Novos projetos

Sobre os próximos filmes, Alba diz que “The ten” é uma comédia sobre os Dez Mandamentos e The eye, um terror em que seu personagem, uma violinista cega, tem visões perturbadoras depois de fazer um transplante de cónea. Good luck Chuck é uma comédia besteirol com Dane Cood, Bill é um drama de época, e Awake é um suspense psicológico em que Hayden Christensen vive seu marido.

” ‘The eye’ foi um desafio”, conta a atriz, “vai ser muito bom, vai ser renovador para os fãs de terror. É o papel menos glamouroso que já interpretei, o que é muito divertido para mim.”

Esses filmes podem fazer de Alba uma estrela ainda maior, mas essa perspectiva não parece intimidá-la. Ela já é um dos nomes mais procurados na internet, e os paparazzi a fotografam o tempo todo, quando ela passeia com seu cachorro, joga lixo fora ou sai com seu namorado de longa data, Cash Warren. Não dá para piorar.

Entretanto, Alba mantem uma attitude “low profile”, deixando para outros astros as festas e escândalos. “Eu não falo de minha vida pessoal, o que evita muita dor de cabeça”, ela diz. “Não uso minha vida pessoal como entretenimento. Os filmes é que devem servir de diversão.”

“Não é tão difícil ter uma vida”, afirma Alba. “Desde que você não saia contando as coisas por aí, não é tão difícil assim. Algumas celebridades têm uma abordagem diferente. Não julgo as pessoas que decidem viver de outro jeito, mas escolho viver de uma determinada forma.”

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.